sábado, 29 de março de 2014

Kill La Kill #24 FINAL! – O "grand finale" não era tão grande assim...

Olá, pessoal!

Eu confesso que, durante muito tempo, não me empolguei tanto quanto dessa vez com Kill La Kill. A cada semana era grande a minha expectativa, fazendo com que às vezes eu me decepcionasse um pouco com o rendimento do anime em alguns episódios.

Muitas vezes achava o enredo cansativo e angustiante, pois se tratava do mesmo ciclo sempre: todo aquele arco de “lutas sem fim” entre a Satsuki e a Ryuko (que não as levavam a lugar nenhum) deixando no ar aquele clima um tanto quanto boring para mim. Eu sempre esperei que elas se unissem, principalmente quando houve toda a descoberta de suas origens. É claro que isso  aconteceu e eu não posso reclamar, mas demorou tanto que me desgastou e a expectativa positiva virou um grande e sonoro “ALELUIA!”.


Este é um bom resumo que eu dou para Kill La Kill...

"A série inteira foi totalmente inovadora e sempre nos trazia emoções fortes, mas às vezes ficavam escondidas pelas repetições de enredo."

Vamos lá, vou começar a descrever o que me decepcionou  no episódio final,  que acabou sendo mais um de seus episódios típicos "enche linguiça". Era exatamente uma constante batalha repetitiva com Ragyo: “ Ragyo é atacada até quase morrer > quem a atacou fica confiante > Ragyo volta um milhão de vezes mais forte > mesmo assim o oponente revida > Ragyo convoca Nui para suporte > e o ciclo se repete”. Eu tenho a nítida impressão que vi isso acontecendo por pelo menos três episódios seguidos. Além disso, tenho certeza que ninguém acha isso a coisa mais legal do mundo.

O episódio seguiu um tanto quanto devagar e eu não entendi porque eles tiveram tanto cuidado em exercer diálogos tão longos entre os personagens, a fim de explicar algo que seria mais prático entre todos os outros episódios repletos  de cenas desnecessárias.





Não sei vocês, mas uma coisa que ficou martelando na minha cabeça foi sobre a função REAL dos Nudist Beach (além é claro da oposição ao sistema das fibras de vida)! Houveram episódios em que eles pareciam de uma importância imensa ao plot. Porém, eu não acho que eles conseguiram ajudar muito pois eles não possuem nenhum tipo de habilidade especial  e são literalmente um bando de nudistas fora da praia.

Lendo esse texto vocês devem pensar que eu detesto Kill La Kill, que eu sou a pior pessoa do mundo pois critico alguns pontos, mas eu não vi nada demais nesse encerramento. Acho que foi  por gostar demais cheguei a esperar muito do fim.  


Em todo o anime com esse tipo de título “ KILL LA KILL” o que menos teve foram mortes, eu estava totalmente convencida que iria acabar no 0x0 (mesmo com toda aquela cena para a alegria e shippagem geral de Gamagori e Mako jamais achei que ele morreria ali). Eles só mataram os personagens que tinham necessidade de morrer:  Ragyo para estabelecer a paz no mundo, Nui se sacrificando pela causa doentia da  sua mãe adotiva e Senketsu acabando com toda a espécie de vida alienígena fibrosa no mundo.

A transformação Sayajin de Matoi para derrotar Ragyo é interessante, pois vem da união de todos os gokus do mundo, formando uma energia de todos num só corpo e eliminando toda e qualquer possibilidade de existir algum vestígio de fibra de vida no planeta. Eu gostei poque realmente é a melhor solução que eles poderiam inventar.

Menção honrosa a imagem comparativa que nosso querido, gostoso e maravilhoso Crítico Nippon (do blog Elfen Lied Brasil) fez para nos mostrar a semelhança total entre a cena de Kill La Kill com a de Dragon Ball - A Batalha dos Deuses.


Fico imaginando sobre como será a vida de Ryuko daqui pra frente. Mesmo que não use mais os  seus poderes, ela ainda é o único ser da Terra que possui um corpo repleto de fibra de vida. Portanto, ela é o ser humano mais forte do mundo. Ela poderia ser uma super heroína nas ruas combatendo o crime e as forças do mal! ~ só que não~

Fiquei completamente emocionada com o fim quando Satsuki corre tentando apartar Ryuko caindo pelos céus e logo em seguida todos aderindo ao mesmo socorro coletivo. A aceitação sincera da irmã depois que todo o pesadelo acabou e elas finalmente podem viver em harmonia em um mundo onde o mal não se instala.






Por causa de um SPOILER acabei vendo uma imagem da Satsuki de cabelo curto portanto fiquei me indagando de como a Satsuki o "perderia". Se Ragyo o cortaria, se ela por um acaso presa em algum lugar pelo cabelo e alguém a salvasse cortando as lindas madeixas pretas ou até queimado similar a Lenalee de D.Gray man.

Mas pra minha decepção era só uma coisinha para os fãs apreciarem uma nova aparência de Satsuki nos créditos finais. Eu até que eu achei bem bonitinho e leve mas esperava uma coisa um pouco mais concreta e menos "no ar".


Enfim, esse é o meu ponto de vista! 

Eu gostaria de ler o que vocês acharam do final de Kill La Kill e, é claro, julgar qualquer opinião pois acaba sendo a visão de cada um.

16 comentários:

  1. Achei o final meio corrido,esperava uma Luta um pouco melhor com a RagyoVSRyuko e queria ver a Satsuki lutando ....MAS acho que o final foi muito bom sim e atendeu as MINHAS expectativas .Kill la Kill é essa loucura mesmo,veloz e marcante ,como a Ryuko disse: "Nós não fazemos Sentido!" ou algo assim...Emfim, ótimo texto!!

    ResponderExcluir
  2. Bem Vindo ao FR André! :)
    Boa observação nessa frase da Ryuko algumas coisas agora fazem sentido com essa frase.
    Eu fico realmente feliz que tenham atendido as suas expectativas :3
    Obrigada pelo comentário!!!
    ^^

    ResponderExcluir
  3. Essa batalha final entre Ragyo e Ryuko foi IGUAL à luta final em Gurren Lagann. Sério, se você nunca assistiu, assista (é um dos melhores animes que eu já vi) e compare, desde o poder deles (as fibras de vida, no caso) ser anulado pelo inimigo, até a união de todos para vencer um inimigo que parece um deus.

    Os episódios finais estavam sendo bons ou muito bons, o que é algo ruim, já que ele começou com episódios excelentes. E é esse o problema.

    Kill la Kill teve um grande hype e o anime começou tão frenético, tão nonsense, tão engraçado, que já criou uma grande expectativa em mim, e comecei a achar que ele seria um dos melhores animes da minha vida. Sim, ele foi um grande anime e eu vou me lembrar dele pra sempre com muito carinho. Mas ele perdeu gás (principalmente) nos episódios finais. Fiquei um pouco desapontado com esse final, foi exatamente o ciclo que você descreveu. A decepção foi justamente por esperar muito de um anime tão original.

    Mas eu prefiro lembrar das partes boas, como a animação muito bem feita, como a TRIGGER (o estúdio) conseguiu fazer um anime tão nonsense mas com partes sérias (em alguns momentos perderam a mão, mas no geral eu gostei).

    Só espero que não decidam fazer uma 2ª temporada, o final foi bem fechado, sem pontas soltas nem nada. Mas lançar um OVA com o passado da Ryuko (o seu relacionamento com o pai) ou algo assim, até acho um boa ideia.

    De zero à 10, eu infelizmente só dou nota 08.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deveria ter um spinoff cômico mostrando o dia dia de Ryuko e Satsuki. Ou talvez mais ovas ou omakes.

      Excluir
  4. Olá Magno!!!
    Eu nunca vi TTGL, mas tenho muita vontade de ver! É eu fiquei sabendo que é um grande anime e que as coisas entre os dois são bastante parecidas!!!
    O problema desde o começo foi a enrolação que deixava todo mundo pra baixo em ver as sequencias.
    Eu não posso deixar de dizer que amei muito o anime e não me empolguei assim como os demais mas eu tenho completa consciência que não me deixou nem um pouco feliz de ter terminado daquele jeito.
    Acho que um OVA seria uma solução pra nós fãs que ficamos um pouco desapontados com a falta de um fim mais digno!!!
    Obrigada pelo comentário :))) e volte sempre!

    ResponderExcluir
  5. Opa!

    Vejam bem, por serem do mesmo autor, sempre vi Kill la Kill como se fosse uma escola dentro do universo de Gurren-Lagann. Assim, como uma escola não suplanta um imperio, Kill la Kill não pode suplantar Gurren-Lagann, por mais espectativa que se tenha.
    Todavia, espera-se ao menos que uma escola de um imperio tão poderoso produza bons alunos que sejam dignos de seu nome. E assim o foi com Kill la Kill, um bom anime, com alguns bons personagens (como Mako e Senketsu), porem com nada que o coloque entre as grandes animações.
    Foi bastante divertido a priori. Contudo, com o passar dos episodios, tornou-se muito previsivel e de estrutrura repetitiva, como nossa amiga F1 comentou acima.
    Então, já um pouco agoniados pelo final (e torcendo pra fosse um final digno do hype gerado anteriormente, para não parecermos otarios para nós mesmos), temos isso: Porrada a la DBZ (isso foi bom xD), sentimentalismo clichê (aquele amor instantaneo das duas irmãs paraceu-me uma piada), uma promessa de guerra para o futuro (pra dar chance de uma segunda temporada se o blu-ray vender) e ceninhas das meninas fofinhas (afinal, oppai sempre é bom) e FIM!.

    Analisando o final rapidamente, percebe-se facil que foi muito corrido, com muito clichê e bastante decepcionante (sim, nos sentimos ludibriados por nos mesmos e prometemos nunca mais fazer hype algum xD). Entretanto, eu creio que isso foi proposital, para ter o que por em um bluray ou em um filme, quem sabe (outra vez fazendo hype, ja quebrei a promessa xD).
    É importante recordar que mesmo grandes titulos da animação mundial precisaram de flimes pra cobrir finais merda, pq as vezes simplesmente não dá tempo. Bons exemplos são Gintama e o fodastico Evangelion. Então, nos resta aguardar e pagar (baixar da net xD) pra ver.

    Resumo: Kill la kill foi bom, mas não é pra tanto. O final foi ruim, mas não tão ruim. Aguardemos os blu-rays e depois nos hablamos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Waaa, obrigada por essa tese em forma de comentário!
      Nós ainda nutrimos uma esperança de um novo final percebes?
      Não nos contentamos que talvez seja isso mesmo e fim :<, nos OVAS, filmes e etc podemos ter uma nova chance de desfrutar de mais cenas agradáveis do anime!
      Eu gosto muito de KLK só que eu esperava mais :/
      Vamos esperar talvez melhore!!!
      Até mais e volte sempre!

      Excluir
    2. Cheguei a uma conclusão agora: Kill la Kill deveria ter tido apenas 2 episodios. Teria tido um final adequado.

      Excluir
    3. Como assim? HAHHAHA explique-se!

      Excluir
    4. No primeiro episodio Ryukko chega e diz que quer vingar a morte do pai. Satsuki não entende, mas não foge a luta. Mako começa a pular como uma macaca e falar coisas aleatorias. A batalha começa e aos 10 min a Elite de los Cuatro é derrotada. Satsuki enfrenta Ryukko e quando o clima começa a esquentar (não me refiro a nada porn) Ragyo e Harime Nui chegam e falam das fibras vivas de combate e Raggyo diz: "Não é bonito duas filhas lutarem em frente a sua mãe" (fim do primeiro episodio).
      No segundo episodio, 3 minutos bastam pra explicar a situação e em seguida as irmãs se fundem com a dança da fusão de DBZ e começam a coletar energia para a genki-dama. Enquanto isso Harime Nui ataca, mas o Nudist Beach aparecem do nada, junto com a elite de los cuatro desperta e ganha tempo. Durante esse tempo ainda se gasta 1 minuto com blablabla sentimental de irmãs e mais um com Mako fazendo piadinhas. Com a Genki dama pronta, Ryukkotsuki a dispara em Raggyo, mas erra. Makohan, porem, em sua pureza (e graças ao treinamento de Piccolo) consegue desviar a genki dama e acertar Ragyo, que, ao morrer, diz que novos combates virão... Acaba-se a serie com a expectativa de segnd temporada.

      Excluir
    5. Na verdade... eu queria ter dito 12 episodios, e não 2 xD

      Excluir
    6. HAHAHAHA boa!
      Bem mais prático e sem enrolação!
      Pra mim poderia ser a mesma história só que pelo menos com o fim mais digno.
      Eu senti falta daquele ponto final satisfatório :)))
      AAAAAAAAAH e que bom que eram 12 não 2!!! Fiquei me perguntando por horas " O que ele vai falar como 2 episódios?"
      ^^

      Excluir
  6. Saudações


    Muito bem, nobre Nazca...
    Devo dizer que não concordo na totalidade com o seu post. Mas explicarei o porque...

    No que tange aos pontos negativos deste episódio final, para mim houveram dois:
    * o primeiro está no fato da Nui "ter sumido do mapa" de uma maneira que me soou conveniente demais, sem atrativos, similar ao modo com o qual a Houhoumaru disse "adeus" no capítulo antecessor. Sim, há uma explicação bem sucinta para ambas terem terminado as suas participações do anime desta maneira mas, para mim, o sentimento de "vazio" permaneceu forte. O anime, ao meu ver, abdicou da ousadia (que era sua marca registrada) e preferiu ser objetivo demais (falhando nisto em minha opinião);
    * na luta entre a Ryuuko e a Ragyo, a sequência de cortes e aberturas corporais feitas na estudante por sua mãe me deixaram atônito. À continuar daquela maneira, eu sinceramente avaliaria muito mal o episódio em si. Por sorte, a Ryuuko mudou o esquema da batalha e usou da própria Ragyo para derrotá-la, caso contrário a luta (em si) ficaria em um loop sem fim.

    Tira-se estes dois agravantes ao episódio e, para mim, tem-se um capítulo realmente muito bom. Os episódios #22 e #23 já haviam apresentado uma melhora satisfatória ao anime, mas o capítulo final conseguiu ir além destes outros dois anteriores, mesmo com os pontos negativos em citação mais acima. Vi nonsense, lutas e um grupo carismático de personagens atuando muito bem. Com base nisto, o capítulo final de Kill la Kill acabou entregando, ao menos para mim, o que sempre esperei do anime, nobre Nazca.

    Quanto ao seu ponto sobre o Nudist Beach, creio que estás equivocada. Eles nunca tiveram super-poderes (e nem era este o foco). A ideia era de ser um grupo anti as Fibras de Vida, e eles estavam atuando junto com o Conglomerado Takeda em Osaka, que o auxiliava de alguma maneira. A Incursão Escolar teve o objetivo de desmantelar o Nudist Beach pois, até então, a Satsuki classificava o grupo como incômodo, tendo de ser eliminado.
    Como a mentalidade da Satsuki mudou após ter passado pelas provações impostas pela Ragyo em Honnouji, o Nudist Beach acabou servindo de amparo bélico para a causa, mesmo com os uniformes Goku voltando à ativa alguns episódios mais tarde.
    Em outras palavras, havia sim um motivo do Nudist Beach existir e o propósito deles não foi em vão como imaginas, nobre.

    De modo geral, o anime conseguiu divertir. Graças a um ótimo primeiro cour, bons momentos da Incursão Escolar e aos últimos três episódios, lanço uma nota final de 8/10 para o anime. E pensar que, em dadas ocasiões, a mesma oscilou entre o 7/10 e o 9/10.
    Entretanto, fica feita a ressalva quanto aos momentos de franca oscilação do anime. Se Kill la Kill tivesse mantido sua ousadia ao invés de partir para um tipo de "zona de conforto extrema", eu acredito sinceramente que o anime teria se saído muito melhor.

    Bom, este é meu ponto de vista sobre o episódio final e outras dúvidas apresentadas em seu post, nobre Nazca...^^


    Até mais!

    ResponderExcluir
  7. Olá meu preferido comentarista e parceiro de blog!!!
    Vamos lá, sua tese em forma de comentário é bem vinda sempre aqui nos meus posts!!!!
    Hmm vamos começar!!!
    A mesma negatividade trazida para você durante o episódio também me causou um desconforto principalmente pela Nui, que parecia um problema dificil de ser solucionado ( que me ddeu úlcera de nervoso porque a odiei a cada episódio) ela simplesmente virou aquela cabeça flutuante dos Power Rangers o "Zordon" >http://3.bp.blogspot.com/_RJnf1Sp-APo/S6mDjJMwYGI/AAAAAAAAAWg/vJWQKeV2e4A/s1600/zordon.jpg !

    Enfim... mesmo sabendo que os Nudist tinham esssa posição eu os achei "pouco importantes" para a trama porque eu esperava mais deles em ação uma vez que fizeram toda a propaganda e deram bastante atenção a eles, achei que seriam mais fortes e mais interessantes!
    Bom, o anime sim foi uma grande obra que me resgatou de muito tempo á procura de algo que me fizesse ficar ansiosa toda semana e eu percebo que foi com 98% do público que acompanhou!!!
    Espero os filmes, OVA's... estou com uma expectativa boa pra eles!!!
    Até mais amigo!!!

    ResponderExcluir
  8. Nunca vi tanta crítica merdas kkkkjj, achei que ia ler algo de útil mas só vi um bando de Zé Bronha falando coisa com coisa, agora que descobri que este é um blog sem valor algum, vou dando o vaza.. Haa, e mesmo que fiquem putinhos lendo meu comentário e fiquem me xingando, nunca mas voltarei a está merda que chamam de blog.. Itekimasu =D

    ResponderExcluir
  9. Nunca vi tanta crítica merdas kkkkjj, achei que ia ler algo de útil mas só vi um bando de Zé Bronha falando coisa com coisa, agora que descobri que este é um blog sem valor algum, vou dando o vaza.. Haa, e mesmo que fiquem putinhos lendo meu comentário e fiquem me xingando, nunca mas voltarei a está merda que chamam de blog.. Itekimasu =D

    ResponderExcluir